fbpx
Início Cooperativismo de plataforma Coopertran lançará plataforma cooperativa para motoristas de aplicativo

Coopertran lançará plataforma cooperativa para motoristas de aplicativo

Equipe PODD durante evento de apresentação do PODD para motoristas de app da Grande Vitória

Aos poucos o cooperativismo de plataforma avança não só no exterior como também no Brasil. Baseado nos princípios de uma plataforma cooperativa, a cooperativa mineira Coopertran lançará uma proposta inovadora para os motoristas de plataforma: o aplicativo PODD – Pay On Demand.

A plataforma cooperativa é uma resposta à insatisfação dos motoristas com as plataformas não-cooperativas existentes no mercado, em especial com as condições de trabalho e remuneração. 

A proposta é unir o conceito cooperativista, no qual o motorista é dono do negócio, à atual necessidade do mercado, culminando na valorização dos motoristas, trazendo benefícios e segurança.

Segundo a Coopertran, cooperativa de transporte rodoviário do interior de Minas Gerais, o PODD será lançado inicialmente em Vitória devido às suas características demográficas, econômicas, cooperativistas e ao elevado número de motoristas de aplicativo atuantes na região, além de ser cidade onde a Coopertran já atua há quase 20 anos.

Estudos preliminares da Coopertran apontam que pelo menos 2 mil motoristas devem aderir à plataforma cooperativa no lançamento, previsto para o segundo semestre deste ano. 

“Hoje, os motoristas trabalham para o aplicativo. O PODD fará o aplicativo trabalhar para os motoristas”, compara o diretor-presidente da Coopertran e idealizador do projeto, José Aparecido Ferreira.

Ele completa afirmando que “a meta é fazer com seja mais do que um modelo de negócio, e quanto mais motoristas se mobilizarem, mais recursos e garantia de condições justas de trabalho serão dadas”.

Diretor-presidente da Coopertran e idealizador do PODD, José Aparecido Ferreira

O que é uma plataforma cooperativa 

Uma plataforma cooperativa é uma empresa que tem como inspiração a chamada economia compartilhada. Este conceito surgiu por volta de 2010 e tem evoluído desde então. De forma bastante simplificada, economia compartilhada é o uso da tecnologia para facilitar o acesso a bens e serviços.

O termo plataforma cooperativa foi cunhado pelo professor Trebor Scholz, autor do livro “Cooperativismo de Plataforma – Contestando a economia do compartilhamento corporativa”.

Uma plataforma cooperativa é uma instituição cooperativa e tecnológica. Assim, atua como uma plataforma de serviços online.

Em resumo, as plataformas cooperativas surfam exatamente a mesma onda que as empresas da gig economy. Mas orientadas pelos princípios cooperativistas.

E isso também faz toda a diferença. É importante notar, ainda, que não é simplesmente uma derivação do cooperativismo devido ao advento de novas tecnologias.

O cooperativismo de plataforma representa o desenvolvimento de alternativas mais justas de negócios de economia compartilhada. Basicamente, uma plataforma cooperativa tem mais espaço para diversificação e promove melhor distribuição de benefícios.

Além do PODD, da Coopertran, outro exemplo brasileiro de plataforma cooperativa é o aplicativo VouBem, de Maringá, criado pela CooperDinâmica. O VouBem também nasceu da insatisfação dos motoristas com as taxas cobradas pelas empresas não-cooperativas, como a Uber.