Ano Internacional do Cooperativismo reconhece importância das cooperativas para um futuro melhor

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, a ONU, definiu 2025 como o Ano Internacional das Cooperativas. A resolução também definiu o tema da celebração: as cooperativas constroem um mundo melhor. 

Com a decisão, a ONU reconhece a importância do modelo de negócios cooperativista para lidar com muitos desafios que acometem o mundo todo, assim como a promoção do desenvolvimento econômico e social das comunidades. 

A ONU também ressalta a importância do cooperativismo para a inclusão de mulheres, pessoas com deficiência e povos indígenas e sublinha a atuação do movimento cooperativista na busca pela erradicação da fome. As cooperativas, portanto, são essenciais para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que integram a Agenda 2030. 

Na resolução, a ONU encoraja que todos os países adotem medidas de incentivo e promoção ao cooperativismo. Além disso, a entidade irá promover ações de cooperação técnica e transferência de conhecimento. 

Ano Internacional das Cooperativas: reconhecimento do impacto

O documento da ONU ainda aponta que os governos devem seguir as recomendações apresentadas no relatório de 2023 do Secretário-Geral das Nações Unidas sobre o papel das cooperativas no desenvolvimento social.

Com isso, o objetivo do Ano Internacional do Cooperativismo é fortalecer o ecossistema de empreendedorismo e inovação cooperativista. Quanto maior a presença das cooperativas na economia, a sociedade avança em direção de:

  • Criação de empregos
  • Erradicação da fome
  • Melhoria na educação
  • Proteção social
  • Inclusão financeira
  • Moradia acessível

“A decisão da Assembleia Geral não poderia acontecer em um momento melhor. As contribuições inovadoras das cooperativas em prol do desenvolvimento sustentável será crucial para acelerarmos o progresso na busca pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável enquanto nos aproximamos de 2030”, declarou Li Junhua,  subsecretário-geral para assuntos econômicos e sociais da ONU.

Objetivos do Ano Internacional das Cooperativas

No dia 9 de julho deste ano, o primeiro evento referente ao Ano Internacional das Cooperativas acontece durante um fórum político nos escritórios da ONU, em Nova York. Os organizadores apresentarão o planejamento para as ações do ano comemorativo. O lançamento oficial, por sua vez, está agendado para a conferência global da Aliança Cooperativa Internacional, no final de novembro. 

Os objetivos-chave que a ONU almeja alcançar com o estabelecimento do Ano Internacional das Cooperativas são que: 

  1. Governos proporcionem um ambiente propício para as cooperativas.
  2. Cooperativas promovam conscientização, desenvolvam novos líderes e impulsionem a cooperação.
  3. Instituições e agências de desenvolvimento promovam as cooperativas através da educação, fortalecendo a capacitação e facilitando a colaboração internacional.
  4. O público compreenda a identidade cooperativa e apoie iniciativas do cooperativismo.

Repercussão

Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB, avalia que a decisão é uma demonstração da força e do impacto que o modelo de negócios cooperativista tem para gerar trabalho e renda:

“O mundo mudou e os propósitos do cooperativismo, que se concentram no bem-estar das pessoas e na busca por um mundo mais sustentável, são exemplos que merecem ser reconhecidos e adotados de forma mais efetiva”, diz. 

A Aliança Cooperativa Internacional, que faz a representação do cooperativismo em todo o planeta, celebrou a resolução. “A proclamação de um novo Ano Internacional das Cooperativas, 13 anos após o primeiro, demonstra o firme reconhecimento pela ONU e pelos governos nacionais da capacidade das cooperativas para promover a Agenda 2030 e construir um mundo mais justo e próspero para todos”, disse Ariel Guarco, presidente da entidade.

Essa não será a primeira vez que a ONU reconhece o impacto do cooperativismo. O primeiro Ano Internacional do Cooperativismo foi em 2012. Na ocasião, o reconhecimento enfatizou que o cooperativismo criou 100 milhões de vagas de emprego no mundo todo em um cenário de recuperação após a crise financeira global de 2008.

O Dia Internacional do Cooperativismo

Nessa mesma seara, o Dia Internacional do Cooperativismo desse ano, que é comemorado em 6 de julho, tem o tema “Cooperativas constroem um futuro melhor para todos”, conforme definiu a Aliança Cooperativa Internacional. O Dia Internacional das Cooperativas é comemorado todos os anos no primeiro sábado de julho.

Em 2024, a data chega à sua 102ª edição enfatizando justamente seu compromisso com a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A escolha também se alinha ao tema da próxima Cúpula da ONU sobre o Futuro, que discutirá “soluções multilaterais para um amanhã melhor”. 

A Coonecta acredita que a união entre inovação e cooperativismo é essencial para a construção de um mundo melhor. Por meio de nossos eventos, como o Cooptech Summit, o HR Coop Conference e o Cooptech Crédito, discutimos e apresentamos ideias sobre o futuro do cooperativismo para que elas sigam impactando as comunidades. 

spot_img
spot_img

Relacionados

Para ampliar conexões, RadarCoop lança comunidade online; acesse

O RadarCoop é o primeiro mapeamento do ecossistema brasileiro...

Cooperativas de reciclagem apostam na inovação para crescer

Práticas sustentáveis não são mais diferenciais: agora, a preocupação...

Cooperativas de música: arte que nasce da colaboração

A música está presente em todos os lugares: propagandas,...
Gustavo Bezerra
Gustavo Bezerra
Jornalista pós-graduado em Jornalismo Contemporâneo e Digital. Foi integrante do programa Estagiar da TV Globo. Apaixonado por literatura. É coordenador de conteúdo da Coonecta.