PDGC: o que é e por que é importante para as cooperativas

Como em qualquer setor, no cooperativismo existem iniciativas essenciais para garantir a boa gestão e o avanço saudável do ecossistema. Esse é o caso do PDGC. O programa tem grande importância para as cooperativas no Brasil, e quem não o conhece deixa de lado uma grande oportunidade de crescer a cada ano.

Por isso, é importante que você fique por dentro do que o PDGC tem feito e ainda pode fazer pelas cooperativas no Brasil. E, mais do que isso, é vital que você saiba como fazer parte dessa iniciativa.

Por isso, neste artigo eu vou te explicar o que é o PDGC, por que ele é tão importante para as cooperativas e como participar dele da melhor maneira possível.

Entenda o que é PDGC

A sigla PDGC significa Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas. Esse é mais um programa do Sescoop e tem o objetivo de ajudar a melhorar a gestão nas cooperativas.

Em outras palavras:

O objetivo do PDGC é promover a adoção de boas práticas de gestão e governança, de modo que as cooperativas sejam mais eficientes, seguras e competitivas. Mas como o PDGC faz isso?

Forma de avaliação rápida e prática

O programa tem uma ferramenta de avaliação que se baseia em dois questionários, voltados aos pontos principais do PDGC:

  • governança: baseado no Manual de Boas Práticas de Governança Corporativa do Sistema OCB, que serve de modelo para as cooperativas;
  • gestão: baseado no Modelo de Excelência da Gestão (MEG), que é modelo qualidade de gestão.
Fonte: Sescoop

Assim que responde a esses dois questionários, a cooperativa recebe de forma automática uma avaliação completa, que mostra:

  • os pontos fortes nos quais a cooperativa está indo bem;
  • os pontos de melhoria, com base em oportunidades que a cooperativa pode aproveitar melhor;
  • e os indicadores de desempenho que a cooperativa pode usar para medir o progresso nos pontos de melhoria apresentados.

Por que o PDGC é importante para as cooperativas

Existem muitos benefícios de participar no PDGC, e os principais são:

  • garantir que a cooperativa está de acordo com os principais requisitos da Lei 5.764/71.
  • saber a fundo o grau de maturidade da governança e gestão com base nos melhores modelos de gestão que existem para cooperativas;
  • refletir sobre suas práticas de gestão usando o processo de autoavaliação;
  • receber relatórios completos com informações valiosas sobre seus pontos fortes, melhorias e como desenvolver um plano para alcançar a excelência;
  • promover aprendizado contínuo e contribuir para desenvolver a cultura da excelência.
  • ajudar os colaboradores a enxergar a cooperativa de forma mais ampla.

PDGC ciclo 2021 

O PDGC nunca para de evoluir, e com o novo ciclo 2021 chegaram também algumas novidades ao sistema. Cada uma delas foi pensada para atender melhor as necessidades das cooperativas. Em resumo, o novo sistema é mais ágil e amigável aos usuários.

Então, aqui estão algumas das principais novidades do sistema do PDGC para o ciclo 2021:

  • é possível integrar o sistema com outras plataformas do Sistema OCB;
  • também é possível avaliar de forma coletiva na cooperativa, ou seja, o gestor do processo na cooperativa terá mais autonomia;
  • com a devida autorização, as Centrais e Federações podem fazer a gestão de suas singulares de forma sistêmica;
  • o sistema dá acesso a outro serviço do Sescoop, o Diagnóstico Assistido, que dá orientação sobre práticas e evidências que os responsáveis pelo processo na cooperativa precisam saber.

Para quem ainda precisar, o sistema anterior estará disponível para consulta de ciclos anteriores até que todos os dados sejam migrados para a plataforma atual.

PDGC - Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas

Mas quando começa o ciclo 2021 do PDGC, afinal de contas? Já começou, no dia 08/02/2021, e vai até 30/04/2021.

Por isso, a hora de participar é agora. Mas como fazer isso? É o que você vai descobrir a seguir.

Como participar do PDGC: 5 passos para seguir de perto

Para participar do PDGC a sua cooperativa precisa seguir 5 passos bem diretos. O processo é simples, mas exige atenção para que o resultado seja o melhor possível. Por isso, veja abaixo quais são esses passos e como seguir cada um deles de perto:

1. Identificar o nível de maturidade da gestão

Essa etapa começa com uma simples pergunta que você deve responder no próprio site do programa:

“Sua cooperativa já aderiu ao PDGC finalizando algum ciclo? (O ciclo é considerado concluído quando é gerado o Relatório de Autoavaliação).”

Há 3 respostas possíveis:

“A) Sim, mas nunca foi visitada pelos avaliadores do Prêmio Sescoop Excelência de Gestão. 

B) Sim, inclusive já recebeu a visita dos avaliadores nas edições de 2013 ou de 2015 do Prêmio Sescoop Excelência de Gestão.”

C) Não.

De acordo com a sua resposta, o site apresenta mais orientações que vão te ajudar a determinar o nível de maturidade da gestão na sua cooperativa. Assim, depois de concluir essa parte, é hora de ir para o segundo passo.

2. Conhecer as regras e orientações para participar no programa e preencher os questionários

A página de participação tem todas as regras que você precisa saber antes de tentar se inscrever no programa. Mas, entre elas, algumas que vale a pena destacar são:

  • para participar a cooperativa precisa fazer parte do Sistema OCB;
  • o tempo de existência, porte ou ramo de atuação da cooperativa não faz diferença no processo;
  • não há tempo definido para finalizar os questionários, e é recomendado que eles sejam respondidos de forma colaborativa;
  • entre muitas outras.

Por isso, não deixe de ler cada uma delas antes de seguir com o próximo passo.

3. Fazer a inscrição no programa

Depois de identificar o nível de maturidade da gestão é fácil e rápido se inscrever: basta clicar no botão de acesso ao sistema, realizar um cadastro inicial e escolher o nível de maturidade definido antes.

Se a cooperativa já tem o cadastro, o sistema pode pedir uma edição dos dados para garantir que estejam atualizados. 

4. Responder os questionários e gerar os relatórios de autoavaliação

O número de perguntas muda de acordo com o nível de maturidade da gestão. Mas, de qualquer modo, essas perguntas são divididas em 2 blocos: primeiro governança e depois gestão.

Então, assim que terminar de responder, a cooperativa já pode gerar um relatório completo, com vários documentos úteis que vão ajudar no processo de melhorias.

5. Desenvolver o plano de melhorias

Por fim, agora é que começa o real trabalho de entender os pontos fortes e os pontos de melhoria, e criar um plano para sair de onde está até onde se deseja chegar.

Para isso, há um documento muito útil chamado Manual de Autoavaliação e Implementação de Melhorias, indicado para ajudar a realizar esse plano e segui-lo de perto.

Fica claro que o PDGC é um programa sério e de grande valor para o desenvolvimento das cooperativas no país. Além disso, participar nele significa zelar pelo bem presente e futuro da sua cooperativa e de todos os envolvidos com ela. Então, não deixe de seguir os passos que mostrei aqui e participar de forma ativa nos próximos ciclos do PDGC.