Grandes negócios que são cooperativas internacionais – mas você não sabia

O cooperativismo é um modelo de negócios sólido e eclético. Além disso, as cooperativas são organizações em que os membros trabalham juntos em igualdade de condições para atender às suas necessidades e aspirações econômicas, sociais e culturais comuns. E as cooperativas internacionais deixam a força desse modelo bem evidente.

Mas, além de fortalecer as comunidades locais, o cooperativismo também pode romper fronteiras. Muitos negócios de sucesso em todo o mundo são, na verdade, cooperativas internacionais. 

Essas cooperativas internacionais marcam presença em negócios relevantes em diversos países, mostrando a força do cooperativismo como modelo de negócios. Com isso, elas trabalham no desenvolvimento sustentável e no fortalecimento das comunidades em todo o planeta, além de serem bastante conhecidas e respeitadas.

Neste artigo, portanto, iremos apresentar grandes negócios, com presença global, que são cooperativas – mas que muitas pessoas não sabem.

Por que o cooperativismo é importante para o mundo?

O cooperativismo é importante para o mundo por diversas razões. Primeiramente, ele promove o desenvolvimento econômico e social das comunidades locais, permitindo que os membros da cooperativa trabalhem juntos para atender às suas necessidades e aspirações comuns.

Ademais, o cooperativismo preza pela participação democrática e a igualdade de membros, evitando a concentração de poder e riqueza nas mãos de poucos indivíduos ou empresas. Ele também contribui para a geração de empregos e consolidação de pequenos negócios, além de oferecer serviços de qualidade a preços acessíveis para seus membros.

As cooperativas são um exemplo de organizações que buscam promover o bem-estar coletivo, por meio de valores como a solidariedade, responsabilidade social e preocupação com o meio ambiente.

No cenário global, dessa forma, as cooperativas internacionais podem ajudar a fortalecer a cooperação entre diferentes países e regiões, promovendo a troca de conhecimentos e experiências. Tudo isso, então, contribui para a criação de um mundo mais justo.

Exemplos grandes negócios que são cooperativas internacionais, mas muita gente não sabe

Diante disso, conheça quatro grandes negócios com relevância internacional e presente no dia a dia de muitas pessoas e negócios e que – muita gente não sabe – são cooperativas!

Swift: uma cooperativa no coração da economia global

Fundado em 1973, o sistema SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication) é uma cooperativa de segundo grau criada com o objetivo de facilitar a confirmação de pagamentos entre diferentes nações. Hoje, o sistema é formado por mais de 11 mil instituições financeiras do mundo todo.

Em seu site, o SWIFT descreve que, “como uma cooperativa global neutra, é definido pela sua comunidade de usuários ao redor do mundo. Acreditamos que, juntos, podemos conquistar mais coisas”. 

Assim, a cooperação é um elemento crucial para o sistema. O modelo cooperativista é, inclusive, mencionado como o diferencial competitivo do Sistema SWIFT perante outras soluções alternativas. 

O Swift estabeleceu, inclusive, o que estudiosos chamam de “co-opetition” – a cooperação e competição simultânea das instituições, com ganho mútuo entre todas as partes.

O banco cooperativo Rabobank no impulso ao agronegócio

Uma das maiores instituições financeiras do mundo, o Rabobank é um banco cooperativo fundado em 1972, com a fusão de duas cooperativas de crédito holandesas. Mas a história cooperativista do Rabobank começou há muito mais tempo do que isso. 

Em 1898, foram criados os dois primeiros bancos centrais regionais: as Associações de Cooperativas dos Bancos Raiffeisen, na cidade de Utrecht, e do Banco de Crédito da Cooperativa Central de Produtores Rurais, em Eindhoven. A inspiração de ambas são as ideias do alemão Friedrich Raiffeisen, pioneiro do setor de crédito cooperativo. 

Ligada ao agronegócio desde o início, o Rabobank se expandiu internacionalmente a partir da década de 80. Em 1981, o Rabobank abriu seu primeiro escritório no exterior, em Nova York, e desde então, fundou filiais na Europa, América do Norte, Ásia e América do Sul.

O primeiro escritório do Rabobank no Brasil passou a operar em 1989 e, sete anos depois, já operava como banco comercial no país. Por aqui, o Rabobank segue ligado ao cooperativismo agropecuário. Em 2021, por exemplo, mobilizou R$ 720 milhões em empréstimos sindicalizados para financiar cooperativas agro brasileiras

Crédit Agricole: a maior cooperativa internacional do mundo

Como vimos, o cooperativismo financeiro e o agronegócio são aliados históricos. O banco cooperativo francês Crédit Agricole é mais um exemplo de que essa relação simbiótica é muito bom negócio. 

Dados do World Coop Monitor apontam que a cooperativa francesa Crédit Agricole é a maior cooperativa do mundo por volume de negócios. E a coop conseguiu tudo isso ao mesmo tempo em que mantém o respeito aos princípios cooperativos e à sua comunidade local. 

Fundado em 1984, o Crédit Agricole ocupa o posto de segundo maior banco da França. A expansão internacional se deu a partir do pós-segunda guerra. Agora, o banco cooperativo já soma mais de 70 anos em atuação no Brasil. 

“Nossos valores sempre foram a comunidade, a responsabilidade e a solidriedade”, disse Pascal Delheure, diretor-geral da cooperativa, ao CoopNews. “Esses valores são a nossa razão de ser. Ainda estamos servindo a esses propósitos”. 

Associated Press: cooperativismo e vanguarda na história do jornalismo

O cooperativismo também está presente nas informações que recebemos. A Associated Press (AP), uma das maiores agências de notícias do mundo, também é uma cooperativa! Ela é formada por diversos jornais e canais de notícias e já conquistou centenas de premiações jornalísticas, incluindo 58 Pulitzers.

Somando mais de 170 anos de história, a AP marca presença em 99 países, proporcionando conteúdo jornalístico para jornais impressos, portais de notícias, emissoras de televisão e estações de rádio. 

A cooperativa nasceu quando jornais de Nova York uniram forças para cobrir a Guerra México-Americana. Em meio a muitas mudanças no mercado de produção jornalística, a AP conseguiu se manter relevante em um mercado complexo graças à capacidade de cooperação e união de forças.

Como as cooperativas internacionais contribuem na resolução de desafios globais

Você já se perguntou como as cooperativas podem lidar com desafios globais, tais como mudanças climáticas, digitalização e desigualdade? O Global Innovation Coop Summit, realizado em Paris em setembro de 2022, apresentou diversas soluções cooperativas e as melhores práticas de vários setores.

Entre as práticas citadas, destacam-se o apoio às soluções inovadoras para os desafios modernos e o comprometimento entre as regras de governança cooperativa.

Segundo Rose Marley, CEO da Co-operatives UK, apesar de “outras empresas terem percebido a importância de cuidar das pessoas e do planeta”, as cooperativas têm um papel fundamental na distribuição de poder, democracia, tomada de decisões e riqueza.

Ainda de acordo com Rose, as cooperativas também têm um papel essencial na tecnologia, podendo trabalhar diretamente com o governo, a fim de criar iniciativas tecnológicas éticas que possam transformar a sociedade.

Além disso, as cooperativas também estão se destacando no combate às mudanças climáticas. Muitas delas têm adotado práticas sustentáveis, como a utilização de fontes de energia renováveis e a redução de emissões de carbono em suas operações.

Conclusão: cooperativas internacionais são um bom negócio?

O cooperativismo é, sim, um bom negócio e pode servir de base para o sucesso de grandes empresas com alcance internacional. 

As cooperativas oferecem uma alternativa à forma tradicional e têm sido bem-sucedidas em muitos setores. Elas permitem que os membros tenham maior controle sobre suas vidas econômicas e também promovem valores como igualdade, democracia e solidariedade. 

Com isso, é possível notar que muitos dos grandes negócios de sucesso que conhecemos são cooperativas internacionais, mostrando o quanto isso é importante para o desenvolvimento do mercado.

Quer saber mais sobre cooperativismo e ficar por dentro de tudo o que acontece no setor? Continue acompanhando o Blog da Coonecta e tenha acesso a diversos conteúdos sobre esse universo!

spot_img
spot_img

Relacionados

Como aprender sobre tecnologia e inovação para cooperativas

Aliadas, tecnologia e inovação proporcionam diversos avanços para que...

Inscrições abertas para o Cooptech Crédito 2024

A segunda edição do Cooptech Crédito foi lançada e...

AceleraCoop: programa inédito de aceleração de cooperativas é lançado

O AceleraCoop, um projeto inédito de aceleração de cooperativas,...
Tainah Matos
Tainah Matos
Jornalista e especialista em marketing, com ampla experiência como redatora nos mais diversos assuntos, encontrou seu lugar no marketing digital. Apaixonada por filmes, esportes e pelo Corinthians. Atualmente, escreve para o blog da Coonecta.