Gestão de cooperativas: inovação exige tomada de riscos

Com foco na gestão de cooperativas, nós gravamos uma série de vídeos para mostrar “por que as organizações falham ao inovar”. Neste post, vamos apresentar o quarto vídeo da série. Para assistir aos três primeiros, basta acessar os links no final deste post.

A série de vídeos foi gravada com o especialista Alexandre Carrasco, consultor organizacional nas áreas de estratégia, inovação e melhoria de processos.

No vídeo a seguir, ele aborda um dos problemas mais comuns quando o assunto é inovação, seja na gestão de cooperativas ou de empresas tradicionais. Estamos falando da aversão a riscos.

Carrasco explica que os resultados dos investimentos em inovação nem sempre são previsíveis, e a gestão de cooperativas precisa criar um ambiente que valorize as experimentações e encare os erros como aprendizados.

“Evitar o risco não é uma opção para as organizações que pretendem inovar.”

Esse será um dos temas apresentados por Alexandre Carrasco no workshop Estratégias de Inovação para Cooperativas, que será realizado nos dias 4 e 5 de março, em Porto Alegre. Assista ao vídeo:

Estratégias de inovação para otimizar a gestão de cooperativas

Alexandre Carrasco atua como consultor organizacional e tem mais de 18 anos de experiência como executivo e consultor em organizações como AES Brasil, Elektro e Bureau Veritas, onde liderou iniciativas de melhorias da gestão que resultaram em relevantes ganhos operacionais e financeiros.

O trabalho que ele realiza se baseia em teorias como pensamento sistêmico (Peter Senge), Teoria U (Otto Scherer), conceitos de inovação e mudanças de modelos de gestão conciliando a competência técnica com aspectos humanos e sociais necessários à consecução de resultados sustentáveis e duradouros.

Carrasco será o instrutor do workshop Estratégias de Inovação para Cooperativas, que o Coonecta realizará nos dias 4 e 5 de março, em Porto Alegre.

Saiba mais sobre o curso e reserve sua vaga. Últimas vagas disponíveis. Garanta já a sua!

Assista aos três primeiros vídeos da série “por que as organizações falham ao inovar” nos links a seguir: